Posts com Tag ‘Matt Damon’

Agora que acabou a maratona na facu, deu pra assistir bastante coisa essa semana. É verdade! Ou vocês acham que eu fiquei assistindo e reassistindo o “Eva 2.22“? Bom, essa semana foi meio interligada. Estava com dois filmes no Xtreamer pra assistir, mas nunca animava. Como um deles tinha o Travolta, eu acabei vendo esse primeiro. Aí descobri que o segundo era do mesmo diretor do primeiro, aí animei pra assistir esse também. Sim, estou falando de “Dupla explosiva” e “Busca implacável“. E eles me lembraram muito dos filmes do Bourne, o mega-agente-desmemoriado vivido pelo Matt Damon. E eis que na quinta-feira me surge o “Zona verde” todo serelepe e em 720p na minha frente. E esse foi dirigido pelo Greengrass, que fez os dois últimos do Bourne. Preciso dizer mais alguma coisa?

Dupla explosiva

Ação ininterrupta é a melhor coisa quando não se quer pensar muito. E isso tem de sobra nesse filme. O engraçado é que nos cenários, na câmera, nos cortes, tudo lembra os filmes do Jason Bourne. Menos a conspiração, que nesse filme é bem fraquinha, tá lá mais pra ser uma desculpa pro John Travolta sair quebrando tudo e ainda sair bem na fita. O personagem dele é muito legal! Como diz na capa do filme, o mais legal desde o Pulp Fiction! Então, quando você estiver com preguiça de pensar, assiste que é legal!

Busca implacável

Já esse aqui é mais sério, mas tão bom quanto. Liam Neeson parece meu avô distribuindo pancada pra tudo quanto é lado. E aqui também, tudo lembra Bourne, menos a história. Neeson é um agente americano que tem a filha sequestrada na França e vai pra lá pra resgatar ela. Sozinho! Lembrei um pouco dos filmes de vingança do Charles Bronson não sei porque. O Neeson tá muito convincente, tanto que em algumas cenas você nota que, fisicamente, ele não está dando conta. Ou na forma com que ele luta, igual a uma pessoa mais experiente lutaria, usando mais técnica do que força. Um porém é a Maggie Grace, que não convence como pirralha de 17 anos, ficou caricata demais, risível até. Mas, como filme de ação tem que ter porrada, não estatuetas de melhor ator/atriz, assiste porque é bom!

Zona verde

Começou bem, mas o final… sei lá. Como não sabia nada do filme, já fui achando que seria algo meio “Bourne” e fui pego de surpresa. O filme se mostra um thriller muito bom, prendendo sua atenção nos fatos relacionados as bombas, que nunca aparece. O filme vai passando e você fica fazendo ligações com o que ocorria de fato, mas do meio pra frente tudo fica desinteressante, quando fica parecendo um missão pessoal do Matt Damon achar o general e a grandeza do que está acontecendo parece que ficou de lado. Sem contar que essa edição picotada não dá muito certo, pra mim funciona como um botão de desliga, e quando eu volto, fica faltando alguma coisa. O final ficou parecendo filme de ação, o que frustra, porque o filme empolgava como thriller. Pô, porque não se assumia como filme de ação logo no começo então? Provavelmente teria ficado melhor. Mas não é de todo ruim, vale pela curiosidade.

Anúncios